segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Banda Marcial de Adamantina com inscrições abertas

Para participar não é necessário ter instrumento e nem conhecimento em música ou dança.
Interessados em integrar corpo musical ou corpo de dança da BAMAD devem ter acima de 10 anos (Divulgação)

A BAMAD (Banda Marcial de Adamantina) está com inscrições abertas, com vagas para instrumentos de sopro e percussão. Na linha de frente podem se inscrever para corpo coreográfico, comissão de frente e balizas.

Para participar não é necessário ter instrumento e nem conhecimento em música ou dança e a participação é gratuita, incluindo todo o material, instrumentos e uniformes

.
Os interessados devem ter acima de 10 anos de idade e podem realizar suas inscrições na Biblioteca Municipal ou na sede da banda nos horários de ensaio.


Os ensaios são realizados na Escola Municipal de Artes ( próximo ao Mercado Real) de segunda, quarta e sexta no períodos da manhã, tarde e noite.


Maiores informações pelo fone (18) 99707 2802.


DO SIGA MAIS 

Familiares denunciam novo vandalismo no cemitério de Osvaldo Cruz

Cemitério não conta com sistema de monitoramento ou guardas de patrimônio.


DO OCNET 

Até quando? É o que os familiares de entes sepultados no Cemitério de Osvaldo Cruz perguntam sobre os constantes atos de vandalismo contra os túmulos.

Em especial neste fim de semana ganhou repercussão nas redes sociais o caso de destruição do túmulo onde está sepultada a jovem Thainá Mesquita, morta em acidente no dia 12 de outubro do ano passado aos 18 anos de idade. Os vândalos destruíram o túmulo neste sábado, um dia antes da data de aniversário da jovem, que é hoje (18), quando completaria 19 anos.


Seu pai, Itamar Mesquisa, escreveu no Facebook que "chegando no cemitério Municipal de Osvaldo Cruz, para prestar uma homenagem a memória dela, eu e minha esposa nos deparamos com esta situação, vândalos, animais, escória da sociedade, fizeram esta barbárie no túmulo que acabamos de construir". afirmou.


A prática é comum porque o cemitério local não conta com sistema de vigilância 24 horas por dia, nem câmeras de monitoramento ou guardas de patrimônio, além de muros frágeis que são também constantemente destruídos. "Estou me sentindo impotente, revoltado, desamparado, indignado, pois os muros do cemitério municipal de Osvaldo Cruz estão praticamente no chão", disse o pai de Thainá.
O pai da jovem denuncia que "a qualquer hora do dia e da noite" os vândalos correm por cima dos túmulos e usam drogas e destroem o cemitério. "Fui até às autoridades registrar o ocorrido e o oficial disse que eu tenho que me conformar", afirmou indignado Itamar.


"Que paíz é este? Que mundo é este? Onde somos lesados e temos que ficar calados e aceitar a situação? E por isso que este faroeste virou terra de ninguém, mas ainda espero justiça, acho que o sistema ainda não está totalmente falido", completou.


Anteriormente o próprio prefeito Edmar Mazucato havia incumbido o vice-prefeito, Adilson Ballardini de cuidar do cemitério. Mas até agora apenas obras de manutenção foram realizadas. O sistema de segurança mesmo ou a colocação de guardas de patrimônio no local não ocorreram.




Vândalos destroem bancos no Parque dos Pioneiros em Adamantina

Ao amanhecer, frequentadores do Parque dos Pioneiros identificaram bancos destruídos.

O fim de semana voltou a ser marcado pela ação de vândalos, que destruíram o patrimônio púbico do município de Adamantina, no Parque dos Pioneiros. A ação dos marginais foi vista ao amanhecer deste domingo (18), por frequentadores do Parque.

Segundo populares, cerca de cinco bancos em concreto foram destruídos, totalmente ou parcialmente, no Parque, depreciando ainda mais o local.

Parte da região do Parque dos Pioneiros é monitorada por câmeras de vigilância e uma pesquisa nas imagens poderão revelar a autoria dos danos, possibilitando a identificação e responsabilização dos autores. Todavia, para esse resultado, a área dos danos precisa estar no raio de monitoramento.

Segundo o Código Penal Brasileiro, o crime contra o patrimônio público prevê pena de detenção de 6 meses a 3 anos e multa.

Vandalismo no cemitério de Osvaldo Cruz
No cemitério de Osvaldo Cruz a ação de vândalos destruiu um túmulo, o que foi percebido neste sábado (17), por familiares da jovem Thainá Mesquita, morta em acidente no dia 12 de outubro do ano passado aos 18 anos de idade. Os vândalos destruíram o túmulo neste sábado, um dia antes da data de aniversário da jovem, que é hoje (18), quando completaria 19 anos (veja aqui).

DO SIGA MAIS 


Sitiantes são multados em mais de R$ 327 mil por manter madeira nativa sem documentação legal

Produtos estavam em duas propriedades rurais e não possuíam Documento de Origem Florestal (DOF). Fiscalização foi em Presidente Epitácio.

Polícia Militar Ambiental multou dois sitiantes em mais de R$ 327 mil por manterem madeira nativa sem documentação legal, em suas propriedades rurais, em Presidente Epitácio, nesta sexta-feira (16).

A corporação recebeu uma denúncia na última quinta-feira (15) de que um homem havia adquirido tais produtos sem o obter o Documento de Origem Florestal (DOF), o qual garante que a madeira foi adquirida de maneira legal. Mediante a denúncia, a polícia foi no mesmo dia até o sítio. 

No local, os policiais realizaram fiscalização e localizaram 1.070 unidades de palanques de madeira e mais 6,16 metros cúbicos de madeira serrada, que seriam usadas na própria propriedade, mas não possuíam a documentação legal, segundo a polícia. O proprietário do sítio chegou a mostrar uma nota fiscal referente a compra dos produtos, porém não possuía o DOF, de acordo com a polícia. 

Ele alegou aos militares que entraria em contato com o fornecedor das madeiras para conseguir o documento. A PM retornou à propriedade nesta sexta-feira (16) para verificar tal documentação, a qual não foi apresentada e o homem recebeu um auto de infração ambiental no valor de R$ 322.848.

Conforme a polícia, o proprietário tentou "burlar" a fiscalização, pois na sexta-feira (16) os militares perceberam que faltava uma parte das madeiras vistas no dia anterior. Os policiais entraram no sítio vizinho e encontraram algumas das madeiras escondidas no local. O dono dessa segunda propriedade também recebeu uma multa, no valor de R$ 4,2 mil, por guardar madeira nativa sem documentação legal. 

Os produtos permaceram nas propriedades rurais sob guarda policial e serão destinados para instituições sem fins lucrativos, ainda conforme a corporação.

G1

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Trio é detido após ser flagrado pela PM com fios e tomadas furtados de obra de agência bancária

Indivíduos declararam à polícia que retirada dos materiais havia sido autorizada, o que foi negado pelo estabelecimento, em Osvaldo Cruz.
Materiais foram apreendidos (Foto: Polícia Militar/Cedida)


Três indivíduos, que não tiveram a idade divulgada, foram detidos por furto e receptação nesta sexta-feira (16), na Vila Esperança, em Osvaldo Cruz. O trio foi flagrado com materiais subtraídos de uma obra realizada em uma agência bancária. Entretanto, após apresentação dos fatos na Delegacia da Polícia Civil, eles foram liberados. 

Em patrulhamento por uma rua do bairro, a equipe visualizou três indivíduos, posteriormente identificados, um destes segurando um saco. O trio foi abordado e, em busca pessoal foi encontrado um total de R$ 195. 

Questionados sobre o dinheiro, os suspeitos informaram aos policiais que era da venda de objetos que haviam retirado da obra que trabalham, em uma agência bancária, para o ferro velho. Ao verificar o saco que estava com os indivíduos, os militares constataram que havia em seu interior fios e tomadas.

A Polícia Militar seguiu ao ferro velho e foi informada por uma mulher que os indivíduos haviam vendido a ela dois sacos com fios, tomadas e soquetes. Pelos materiais ela declarou que pagou R$ 195. 

A equipe questionou aos indivíduos se estavam autorizados pela agência bancária a retirar e vender tais objetos e disseram que “sim”. Entretanto, ao entrarem em contato com o banco, osmilitares foram informados que a retirada e a venda de materiais não foram autorizadas. 

Os policiais foram até a agência bancária, onde o gerente e representante foi contatado e reconheceu os objetos como sendo do local. Ele ainda declarou que não autorizou nenhuma retirada. 

Também houve contato com a empresa terceirizada, que presta o serviço de reforma no local, e está informou que não autorizou a retirada de materiais. 

Diante dos fatos, o trio recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil, bem como os objetos e dinheiro. Após procedimentos na unidade, o flagrante não foi ratificado e os indivíduos, liberados.

DO G1

ACABA DE ACONTECER- Força Tática prende rapaz de 18 anos com drogas e arma na região do Ninho das Cobras em Panorama

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

RESULTADO PARCIAL DA OPERAÇÃO POLICIAL REALIZADA NA NOVA ALTA PAULISTA.


Hoje(16) os Policiais Militares do 25º Batalhão de Polícia Militar do Interior realizaram  operação policial em toda sua área de atuação, que abrange 22 municípios de Osvaldo Cruz a Panorama, objetivando a prevenção e repreensão de delitos.

No período da manhã, em operação conjunta com a Polícia Civil, em Dracena, foram cumpridos mandados de prisão, resultando na detenção de cinco pessoas, dentre elas um foragido do Centro de Progressão Penitenciário de Bauru.

Os resultados ainda estão sendo contabilizados, mas é possível afirmar que até o início da noite, 112 pessoas foram abordadas, 88 veículos foram fiscalizados, houve a constatação de algumas infrações de trânsito. 

No município de Salmourão houve a prisão de um indivíduo pelo crime de furto, recuperando-se o objeto subtraído, e na cidade de Osvaldo Cruz dois rapazes foram detidos pelo delito de furto e receptação, sendo conduzidos a Delegacia local.